Quer atrair a atenção do público? Saiba o que fazer! - All iN

Quer atrair a atenção do público? Saiba o que fazer!

Você mensura os níveis de atração e retenção de clientes da sua empresa? Pode ser que você desconheça a resposta, mas acredite: esse elemento é essencial para divulgar um produto e garantir a compra recorrente.

Ao atrair a atenção, você consegue promover seus produtos e serviços e aumenta as chances de venda. Já a retenção é estabelecida por meio de um relacionamento próximo, que eleva as possibilidades de compra recorrente por parte do consumidor e tende a fidelizá-lo. Assim, ele também indica sua empresa para amigos e conhecidos.

Por isso, é essencial adotar diferentes estratégias para cada perfil de público. É assim que diversas pessoas serão atraídas, cada uma em seu estágio do funil de vendas. Como consequência, sua marca tem mais oportunidades de comercialização e pode alcançar melhores resultados.

Então, quer saber o que fazer para atrair a atenção para o seu negócio? Confira as dicas que apresentamos, a seguir:

Produza conteúdo relevante

Uma das maneiras de efetivar o chamado marketing de atração — ou também inbound marketing — é produzir conteúdos adequados à persona, ou seja, à representação semifictícia do cliente ideal da sua empresa. Você pode fazer isso por meio de um site, blog, e-mail marketing, redes sociais etc.

Todos esses meios também podem ser trabalhados conjuntamente. Nesse cenário, o blog costuma ser a ferramenta ideal para ofertar os conteúdos, que são divulgados pelos outros canais.

Lembre-se de que o material deve ser direcionado para a persona e embasado em suas dores e necessidades. Por exemplo: se o cliente precisa vender mais como autônomo, uma opção é criar um blog post sobre ampliação de canais de venda ou uso do Facebook e WhatsApp para revenda.

Envie materiais contextuais

O conteúdo relevante abordado anteriormente exige o direcionamento para o público correto. Essa ação requer a segmentação dos potenciais clientes a partir de interesses comuns, como idade, renda, classe social, hobbies e outras variáveis que dependem do segmento do seu negócio.

A partir disso, você tem a chance de criar uma jornada de compra para cada grupo de pessoas e, assim, aplicar a estratégia do e-mail marketing. A ideia é que o lead acione um gatilho (por exemplo, baixe um e-book) e, então, ingresse em determinado fluxo de nutrição.

Esse processo conta com alguns e-mails enviados com determinada frequência e que oferecem materiais relevantes até chegar a uma oferta mais direcionada, caso de uma conversa gratuita e sem compromisso com um consultor da sua empresa, por exemplo.

A definição dos materiais encaminhados, do número de mensagens e da frequência de envio dependem da persona, do tipo de negócio e do objetivo do fluxo. No entanto, uma boa média são entre três e cinco e-mails com lançamento 1 vez por semana. Lembre-se de que esse procedimento pode ser feito automaticamente por uma plataforma de automação de e-mail marketing.

Use técnicas de remarketing

Você já percebeu que quando pesquisa uma viagem para os Estados Unidos, por exemplo, subitamente começam a aparecer ofertas de pacotes de férias em outros sites e pesquisas? Surgem, até mesmo, posts patrocinados nas redes sociais com supostas ofertas e promoções.

A ação de remarketing identifica as pessoas que já visitaram seu site e exibe os anúncios conforme o que está definido e os parceiros que estão na rede de display do Google.

Apesar de ser uma técnica paga, ela aumenta muito suas taxas de conversão, atração e retenção, porque o cliente é altamente exposto ao produto e, por isso, tende a fechar negócio. Se a sua empresa oferecer um bom atendimento e trabalhar o pós-venda e a nutrição por meio do e-mail marketing, por exemplo, os resultados podem ser excelentes.

Trabalhe o SEO

Essa sigla se refere à Search Engine Optimization, ou otimização para motores de busca. A ideia é trabalhar palavras-chave e outros elementos para oferecer um posicionamento melhor do seu site nas páginas de resultados do Google.

O SEO funciona muito bem com blog posts, mas também pode ser utilizado no seu site e e-commerce. Ele reúne vários elementos já trabalhados neste artigo, porque exige a oferta de conteúdo relevante e otimizado e precisa ser complementado com uma estratégia de contextualização e nutrição, como o e-mail marketing.

Porém, o objetivo, aqui, é atrair tráfego orgânico. Quando você complementa com campanhas pagas utilizando o AdWords, tende a atrair e aumentar o engajamento do público, duas medidas que impactam positivamente as suas vendas e, por consequência, o faturamento.

Aposte no relacionamento com o cliente

O inbound marketing é voltado para o atendimento das necessidades do consumidor. Em vez de ser invasivo, ele atrai o público interessado no assunto e o conduz em sua jornada de compra até fechar negócio. Devido a esse cenário, fica evidente que o relacionamento é indispensável.

O foco dessa prática é a retenção. Afinal, atrair é muito mais fácil do que manter o público fidelizado. Porém, a construção de relacionamentos garante o alcance de objetivos em longo prazo, que passam por compras recorrentes, aumento do faturamento e das vendas, transformação dos clientes em promotores da marca e assim por diante.

Por isso, aposte nessa ideia oferecendo um bom atendimento e trabalhando o pós-venda. Esteja aberto às sugestões e reclamações dos consumidores. Além disso, sempre esteja disposto a solucionar um problema quando ele acontecer. Enfim, mostre que a opinião do comprador é importante e considerada pela sua empresa.

Envie newsletters

Essa é mais uma estratégia dentro do e-mail marketing, mas nesse caso prevê o envio regular de materiais da empresa. O encaminhamento pode ocorrer semanal, quinzenal ou mensalmente, conforme o estágio da jornada de compra em que o cliente está.

A newsletter pode servir para divulgar o lançamento de produtos e serviços, promover uma ação, compartilhar resultados da sua empresa a fim de gerar autoridade, apresentar um conteúdo relevante do blog etc. De qualquer maneira, a tentativa é sempre chamar a atenção do usuário e incentivá-lo a tomar uma ação.

Como você pôde perceber, a atração e retenção de clientes precisam ser trabalhadas em conjunto. Uma permite chegar até a outra, se você souber usar as estratégias adequadas.

E você, realiza alguma dessas ações na sua empresa? Tenha em mente que todas elas exigem o conhecimento do contexto em que o cliente está inserido.

Quer saber mais sobre as soluções da All iN? Acesse nosso site!

Além disso, leia também sobre o nosso guia da Black Friday!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *