Pasta de spam: como evitar que spamtraps impactem seus envios?

Pasta de spam: como evitar que spamtraps impactem seus envios?

Quando se fala em trabalhar com o canal de e-mail marketing para conversão, sabemos que uma das principais preocupações é conseguir impactar esse cliente em inbox e evitar ao máximo que seus envios sejam direcionados a pasta de spam.

Os spamtraps são e-mails criados pelos próprios provedores (Hotmail, Gmail, Yahoo) com o objetivo de identificar os maus remetentes de e-mail marketing, ou seja, aqueles que enviam spam e não respeitam os usuários.

Hoje vamos entender um pouco mais sobre a pasta de spam e o spamtrap e descobrir como essas armadilhas podem aparecer em suas listas de e-mail.

Confira o artigo!

Pasta de spam: quais são os tipos de spamtraps?

Reais

Quando os provedores criam esse tipo de armadilha, fazem com que estes endereços circulem pela internet, mas sem a efetivação de cadastros.

Eles ficam expostos (em comentários de sites e blogs, por exemplo) para que os robôs spammers os capturem, assim, ao receberem uma campanha de e-mail marketing neste endereço, o provedor identifica que o remetente não está respeitando as boas práticas e enviando campanhas somente para usuários opt-in.

A forma mais assertiva de evitar esses e-mails em suas listas é adotar o double opt-in, como sistema de cadastro, já que esse método exige uma ação direta do usuário, confirmando sua existência.

O double opt-in, é conhecido como uma dupla confirmação, é a estratégia mais recomendável para foco em conversão. Tem como funcionalidade enviar um e-mail de confirmação de interesse para o lead após ele interagir com um dos seus formulários.

O principal foco dessa estratégia é garantir uma base válida, uma vez que e-mails inexistentes e inválidos são removidos, criando assim uma base mais engajada, já que os leads que converteram mostraram um interesse comprovado em receber suas comunicações.

Recicláveis

É um pouco menos impactante, mas ainda é prejudicial para sua reputação, e-mails que se encaixam nessa categoria são compostos por e-mails que já foram reais e que depois de um período de inatividade, são considerados pelos provedores de email spam-trap.

Ainda que esse contato tenha vindo de opt-in em algum momento, conforme o tempo passa ele se torna um trap. Dessa forma ressaltamos a importância de realizar envios apenas para os e-mails que têm algum tipo de interação com seus envios.

Como evito o spam traps?

A forma mais eficiente de evitar os spams traps é cuidar e manter a limpeza de suas bases sempre atualizadas, removendo os contatos inativos e os que deram opt-out. Busque adquirir novos contatos de forma correta, através de formulários opt-in por exemplo. Jamais se esqueça das boas práticas de e-mail marketing, dessa forma dificilmente seus contatos serão redirecionados para spam ou até mesmo para spam trap.

Hoje em dia, é mais do que importante que você faça bom uso das boas práticas e evite qualquer tipo de spamtrap. O CAPEM (Código de Autorregulamentação para as Práticas de E-mail Marketing), por exemplo, tem diversas regras que devem ser seguidas para uma boa conduta em seus envios.

Para que você se intere melhor sobre o assunto, listamos algumas dicas para que você evite a pasta de spam e, consequentemente, evite ser pego pelo spamtrap.

Não compre listas de e-mails

As listas compradas ou alugadas podem ser facilmente pegas pelos spamtraps. Ser pego nessas armadilhas pode trazer uma má reputação para a sua empresa.

Evite endereços de e-mail incoerentes

É comum que alguns e-mails sejam informados incorretamente. Evite esses tipos de e-mail em sua base, já que esses podem ser pegos pelos spamtraps e armazenados na pasta de spam.

Envie mensagens de confirmação

Essa é uma das melhores práticas de e-mail marketing para evitar que seus e-mails caiam na pasta de spam. As mensagens de boas-vindas devem ser enviadas logo que o usuário se registra.

Procure enviar e-mails para usuários engajados

Continuar mandando mensagens para usuários que não estão mais engajando pode levar seus e-mails para a pasta de spam. Algumas regras, como cessar os envios após x números de dias em que os usuários deixaram de engajar, podem colaborar para que você evite os spamtraps.

Facilite o cancelamento dos e-mails

Quanto mais fácil for para o destinatário cancelar os e-mails, melhor para a sua reputação. Para isso, crie diferentes maneiras para que o assinante cancele o recebimento de mensagens.

Jamais se esqueça das boas práticas de e-mail marketing, dessa forma dificilmente seus contatos serão redirecionados para pasta de spam ou até mesmo pego por uma spamtrap.

Gostou do artigo? Continue aprendendo e leia também sobre como aumentar o engajamento das suas bases!

Além disso, confira nosso guia de e-mail marketing!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *