Engajamento: a nova fronteira do e-mail marketing - All iN

Engajamento: a nova fronteira do e-mail marketing

Muitos não sabem, mas a importância do engajamento do usuário para as campanhas de e-mail marketing vem ganhando cada vez mais força e é sem dúvida o próximo passo estratégico para o desenvolvimento deste mercado.

Sempre foi comum aos provedores olharem métricas comuns ao e-mail marketing como o percentual de envio de e-mails inválidos, envio para e-mails armadilhas, autenticação como DomainKeys, SPF, número de conexões e listas negras para definir se um e-mail deve ou não ir para caixa de spam.

Só que agora o engajamento do usuário passou a ter um peso considerável e virou uma parte importante no mix de heurísticas para anti-spams. Os grandes serviços de e-mail como Yahoo, Gmail e Hotmail estão medindo ações de cliques, aberturas e alguns outros pontos de envolvimento dos usuários, combinado com algumas listas de métricas já conhecidas e que tentam medir ações positivas e negativas dos usuários.

Todas essas métricas têm como objetivo descobrir quais são os remetentes que estão enviando e-mails indesejáveis para os usuários dos webmails.

Os dados utilizados pelos principais provedores são:

Isto é spam:
Os provedores sempre estiveram bem atentos a este número e não se apegam apenas ao percentual de usuários que reportam spam, mas também estão olhando as variações deste número.  Existe uma taxa recomendada de envio de spam, mas ainda assim é possível sofrer bloqueios com taxas inferiores aos números considerados bons pelos provedores.  Isso ocorre por um simples motivo, os provedores também estão olhando para os desvios quando comparado com a média histórica ou quando comparam com a curva de acréscimo o decréscimo de reclamações de um remetente.

Isto não é spam: 
O “Isto não é spam” é quando o assinante remove o seu e-mail da pasta de spam. Provedores de emails como AOL, Microsoft, Yahoo e Google utilizam esta ação do usuário para recompensar os remetentes com uma reputação positiva. Além disso, os provedores começaram a considerar o perfil dos usuários que adotam esta ação, pois começou a ficar freqüente entre os spammers a ação de criar milhares de caixas postais nestes provedores para burlar os filtros anti-spam.

Abertura e Cliques: 
Abertura e cliques sempre foram bons para o mercado do e-mail marketing, mas hoje estes números têm sido utilizados em conjunto com o “Isto é Spam” e “Isto não é Spam”. A idéia partiu de Bradley Taylor, Anti-Spam Czar do Gmail.

O conceito é simples e visa bonificar aquele remetente onde seus destinatários sempre interagem com suas mensagens abrindo ou clicando nos e-mails, mas também penalizar aquele remetente que tem uma taxa de reclamação de spam alta combinada com baixíssimas taxas de abertura e clique.

Lista de Contatos:
A lista de contatos sempre foi um sistema importante para evitar que o destinatário receba um e-mail de um determinado remetente na caixa de spam, mas agora a lista de contato ganhou força para definir a reputação de um remetente. Agora os provedores estão analisando a quantidade de listas de contatos em que um remetente está presente, assim quanto mais listas de contatos o remetente estiver presente, melhor ficará a sua reputação.  Se antes já era importante pedir para os destinatários colocarem os remetentes na lista de contato, agora esta iniciativa ficou indispensável.

Conclusão:
Todo este sistema que falamos acima ganhou força nos últimos anos e é conhecido no mercado como anti-spam por reputação, ele vem para substituir o conhecido anti-spam rudimentar.  Os sistemas rudimentares não foram abandonados por completo e também servem para julgar aqueles que não têm uma reputação formada.

Como vimos, os provedores estão cada vez fechando o cerco contra os spammers, mas por mais que eles tentem não prejudicar os bons remetentes, os esforços deles para acabar com o spam tendem a prejudicar aqueles que estão dentro das boas práticas. Por isso as entregas de campanhas relevantes aos usuários estão ficando cada vez mais indispensável, não só para garantir uma boa relação com os destinatários, mas para garantir uma melhor reputação perante aos provedores de e-mail.

Obrigado.
Michel Araújo
CTO ALLINMAIL
Link: http://www.allinmail.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *