7 dicas de uso do e-mail marketing em campanhas de fim de ano - All iN

7 dicas de uso do e-mail marketing em campanhas de fim de ano

O Natal é a melhor data para quem trabalha no comércio brasileiro. Todos os setores são movimentados — e essa é uma grande oportunidade para quem deseja efetivar uma campanha de e-mail marketing. Afinal, se o objetivo é vender cada vez mais, essa estratégia é uma boa ferramenta para alcançar seus propósitos.

E o momento de apostar é esse. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em dados divulgados pelo Correio Braziliense, a expectativa é que esse seja o melhor período para o varejo nos últimos 4 anos, com uma alta de 4,3% nas vendas.

A questão é: como utilizar o e-mail marketing para conquistar o público e aumentar os números desse ano? É o que vamos mostrar neste post. Aqui, você verá 7 dicas de uso dessa estratégia a fim de utilizar as promoções e as ofertas da concorrência a seu favor.

Então, que tal conhecer as práticas que asseguram os bons resultados? Confira!

Como usar a campanha de e-mail marketing?

No período do final de ano, diversos tipos de campanha podem ser adotadas. É possível, por exemplo, criar um conteúdo relevante para os clientes, focar produtos e serviços específicos etc. Para isso, é preciso delimitar 3 itens relevantes:

  • Disponibilidade da equipe e possibilidade de criar peças: estabeleça quantos e-mails serão enviados e com qual frequência. Isso ajudará seu planejamento para pensar em textos e criação do HTML.
  • Integração com outras campanhas: verifique a chance de agregar sua campanha a redes sociais e outros canais – como sua loja física, por exemplo. Dessa forma você garante que a comunicação com o cliente seja 360 e que ele tenha uma experiência semelhante em qualquer lugar.
  • Estado das listas de e-mails: revise o contato com o público e analise as respostas aos envios e o nível de engajamento (medido entre outras coisas, pela taxa de abertura e clique). Nesse momento é possível criar campanhas de reengajamento através de repiques para quem não abriu o primeiro e-mail ou priorizar contatos que interagiram com o envio, desenhando uma oferta de desconto especial ou possibilidade de compra antecipada.

A partir dessa definição, chega o momento de aplicar práticas específicas, aumentar a produtividade da sua equipe e a conversão em vendas. Veja as principais:

1. Invista em promoções diversificadas para cada data comemorativa

Cada período do ano tem suas particularidades. A Páscoa, por exemplo, é a época ideal para vender chocolate. Já no final de ano, diversas são as possibilidades. Por isso, o foco das mensagens de e-mail marketing deve ser as promoções e descontos especiais.

Evidencie o valor da proposta por meio do destaque a produtos específicos e que realmente podem agregar ao consumidor. Encaminhar um e-mail cheio de imagens de produtos, pode trazer um resultado resultado contrário do esperado. Além disso, os destinatários podem se incomodar por estarem com as caixas de entrada lotadas.

Por isso, tenha em mente que o e-mail marketing deve potencializar uma oferta, ofertar algum brinde ou frete gratuito em caso de compras específicas. Note que uma comunicação que evidencie que o produto chegará a tempo das festas natalinas, pode ser um fato decisivo na compra. Use ainda uma linha de assunto forte para atrair os leitores e um layout que destaque os produtos e seus benefícios.

Um exemplo dessa prática vem do Netflix com seu cartão de presente. O assunto utilizado há alguns anos era, em tradução livre, “nunca é tarde para dar Netflix!”. No e-mail vinha uma mensagem mostrando os benefícios de encontrar um presente de última hora, que custava somente R$ 16,90 (preço da época) e que poderia ser aproveitado no conforto de casa.

2. Faça uma segmentação com base no comportamento recente do consumidor

A ideia, aqui, é fazer com que o produto seja direcionado ao público-alvo para alcançar objetivos específicos, como a geração de vendas. Sem a segmentação, sua campanha atingirá pessoas que não desejam adquirir seu conteúdo e produto, o que diminuirá a conversão de suas ações.

Para segmentar com base no comportamento recente do consumidor, você deve avaliar a necessidade e o interesse do potencial cliente em relação a seus produtos e serviços. Essa análise pode ser feita a partir da navegação no site e perfil de compra (produtos navegados, categorias preferidas ou ticket médio de compra). Além disso, é possível criar um grupo de pessoas mais ativas e que estão abertas ao recebimento de informações, como aquelas que nos últimos 90 dias abriram mais de determinado número de e-mails. Com essa prática, você terá uma lista qualificada de consumidores, que tende a elevar a sua taxa de conversão.

3. Aposte no E-mail Remarketing

O objetivo dessa proposta é atingir uma mesma pessoa mais de uma vez através de outros canais, como o e-mail marketing. Isso é feito por meio de campanhas enviadas depois que o usuário já abandonou a navegação ou o carrinho no site. Por exemplo: seu cliente procurou por um pacote de viagem para cidades do Nordeste. Depois de fechar as páginas de pesquisa, um e-mail com ofertas de outras cidades da região pode ser enviado automaticamente com uma oferta de desconto para conversão.

A consequência é elevar a conversão, em outras palavras, a venda do seu negócio. Afinal, não é todo mundo que realiza a compra logo na primeira vez que faz uma pesquisa ou acessa uma página de produto. Com o E-mail Remarketing, a ideia é convencer o usuário de que ele deve adquirir aquele item.

Para capturar esse comportamento do usuário opt-in no site, o E-mail Remarketing só precisa de uma tag instalada no seu e-commerce. Dessa forma, se um cliente navegou em viagens para Salvador, será fácil recomendar outras cidades de praia como Recife ou Natal. Ou ainda, oferecer para o cliente que geralmente viaja muito durante o ano outros destinos que ainda não foram visitados.

Para ser mais eficiente no E-mail Remarketing, siga as dicas:

  • Crie conteúdos relevantes para impactar os públicos;
  • Gere htmls específicos para cada necessidade – ferramentas automatizadas ajudam a tornar esse trabalho mais fácil. Através delas você precisa padronizar apenas o header e o footer da campanha, deixando o  preenchimento do “miolo” com as ofertas por conta da própria inteligência da plataforma;
  • Tenha uma boa landing page para levar o usuário ao local que realmente deseja – essa dica é bastante eficaz para ser usada em datas comemorativas ou em ações personalizadas para clientes fiéis (que compraram mais de determinadas vezes no mês, por exemplo).
  • Analise as métricas para ter certeza de que está sendo efetivo. Para isso, avalie o número de cliques em links e também as conversões assistidas (um e-mail foi disparado e depois de 6h aquele cliente acessou de forma orgânica o site da marca);
  • Tenha cuidado com o excesso de envios para um mesmo usuário. Plataformas de marketing cloud permitem que você estabeleça prioridades de envios e estipule um limite para recebimento do mesmo destinatário.

4. Use templates relacionados à época e à campanha

O layout do e-mail deve ser condizente com a mensagem. Nessa época de final de ano, o mais recomendado é apostar no tema natalino. Você também pode complementar com um tema relacionado às festas de final de ano, com cores e fontes festivas. Lembre-se de que o objetivo é se aproximar dos contatos e transmitir uma promoção, ideia ou conteúdo importante.

Você pode optar por desenvolver seu layout no formato HTML com um design ou programador interno, ou ainda, usar ferramentas de edição de templates como o Templatize. Recursos como esse economizam tempo dos responsáveis pelos disparos das campanhas e transparecem profissionalismo para sua marca.

5. Invista em conteúdos informativos

O objetivo dessa estratégia não é efetivamente vender, mas sim chamar a atenção do público-alvo e ser lembrado pelos clientes. O intuito é apostar em um conteúdo diferenciado, por exemplo: ideias de presentes para amigo secreto, guias de compra, passeios para fazer no final de ano, dicas gerais, lugares para viajar, receitas natalinas e por aí vai.

Uma boa sugestão é pensar em dicas direcionadas ao seu negócio, porque elas ajudam o seu potencial cliente a solucionar o problema que têm. O ideal é ligar com a época de final de ano, que costuma ser muito atarefada. Por exemplo: se você vende roupas, uma boa recomendação é enviar um conteúdo sobre ideias de looks para o Natal e Ano Novo.

Tenha em mente que essa é uma maneira de aproximar a sua estratégia de e-mail marketing às redes sociais. Assim, você pode criar alguns posts sobre o tema e encaminhar o conteúdo completo para quem assina a newsletter.

6. Crie campanhas de reengajamento

Os clientes que deixaram de comprar na sua empresa são um bom alvo na época de final de ano. Envie e-mails para reengajá-los, mostrando que a sua marca lembra deles e quer que eles voltem a se interessar. Você pode, por exemplo, segmentar por todos os usuários que não compram no seu e-commerce a mais de 3 meses e mandar uma mensagem dizendo que sente sua falta e, por isso, oferece 10% de desconto e frete grátis na próxima compra. Perceba que você só terá sucesso se oferecer algo interessante e útil.

7. Envie um aviso de última chance

Sua empresa pode utilizar esse recurso para avisar os clientes sobre um horário diferenciado ou férias coletivas. No entanto, sugere-se que seja aproveitado para informar sobre a última chance de comprar e receber ainda antes do Natal. Essa é uma mensagem com bom apelo comercial e que pode ser bastante útil, especialmente para quem não tem tempo para procurar presentes.

Como falado anteriormente, tente incluir um Call To Action que destaque que sua loja consegue entregar rapidamente e que o presente escolhido chegará à tempo para a festa.

Com essas 7 dicas, as possibilidades de a sua campanha de e-mail marketing dar certo são muito maiores. E você, já adota alguma dessas sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *