Conheça o poder do remarketing para a sua empresa! | All iN

Conheça o poder do remarketing para a sua empresa!

Aumentar as conversões para impulsionar as vendas do negócio é um objetivo comum aos gestores de marketing e da área comercial, os quais contam com a colaboração da área de tecnologia e outras para atingir esses propósitos.

Para tanto, inúmeras estratégias e tecnologias são utilizadas visando captar a atenção dos consumidores, manter relacionamentos duradouros e fechar transações positivas para a empresa. Uma dessas ações é o remarketing.

Por meio dela, é possível reforçar as campanhas mercadológicas da organização, aumentando o impacto sobre cada cliente e potencial cliente. Isso otimiza a incidência e exposição de produtos e serviços junto ao público, melhorando as chances de fechar bons negócios.

Para saber mais sobre essa estratégia que pode influenciar amplamente o desempenho da sua empresa, não deixe de ler as informações a seguir! Você verá não só quais são suas principais características e benefícios, mas também como ela pode ser aplicada no seu empreendimento. Confira!

O que é o remarketing?

A ideia principal do remarketing é impactar mais de uma vez uma pessoa com informações, anúncios, mensagens ou avisos sobre produtos ou serviços, ou seja, realizar o marketing de novo.

Ele também é conhecido como Retargeting, em que “target” significa “alvo”. Isso quer dizer que as ações mercadológicas são planejadas para atingir o alvo, ou o potencial consumidor, várias vezes após ele ter manifestado interesse por um ou mais item.

Geralmente, usa-se o remarketing com a função de exibir anúncios para indivíduos que já utilizaram seu aplicativo em dispositivos móveis, acessaram seu site, e-commerce ou blog, ou tiveram algum contato com um produto/serviço da sua loja.

Nesses casos, o remarketing ajuda sua equipe de vendas a se comunicar de novo com esse cliente, relembrando-o do produto/serviço que despertou seu interesse.

Essa estratégia pode ser planejada e montada em larga escala por meio da criação de listas de contatos dos visitantes conforme os perfis. Por exemplo, internautas que navegaram na seção de produtos esportivos do e-commerce e manifestaram interesse por roupas.

Existem recursos tecnológicos utilizam categorizações desse tipo para descobrir os consumidores que seguem esses padrões, guardando seus contatos à parte dos demais. Após isso, será possível enviar mensagens e outros avisos para que eles relembrem os produtos vistos.

Isso melhora a segmentação e permite que você mande conteúdos mais relevantes e de maior valor agregado para eles.

Qual a importância do remarketing para as estratégias de marketing e vendas da sua empresa?

A aplicação de remarketing tem o propósito de ampliar as vendas, ou seja, elevar as conversões graças a exibições que relembram os clientes de produtos/serviços desejados. Isso é necessário pois nem todo consumidor que interage inicialmente com um item de interesse acaba por efetuar a compra, podendo se esquecer dessa intenção após um tempo.

Basicamente, ele possibilita que o seu serviço ou produto seja visto mais vezes pelo consumidor durante um tempo específico, que pode variar. O normal é 30 dias, porém algumas ações podem ser aplicadas após períodos maiores, como veremos adiante sobre avisos de disponibilidade de produtos.

O importante é que o usuário será continuamente relembrado de um item, oferta, promoção etc., de modo a ponderar sobre sua compra, enquanto é convencido ou incentivado a converter. Para isso, é importante entender em qual estágio da jornada de compra o cliente se encontra, visando aperfeiçoar as mensagens enviadas. São elas:

  • consciência: quando ele começa a buscar mais sobre o produto mesmo sem vontade de adquiri-lo;
  • consideração: quando ele já possui conhecimento sobre o item e está avaliando a compra enquanto compara preços em diferentes fornecedores, procura comentários, recomendações e análises etc.
  • compra/conversão: quando ele já está pronto para aquisição do item e o compra;
  • fidelização: quando, após a compra, começa a surgir a intenção de adquirir um novo item. É nesse momento que a empresa deve aproveitar para estabelecer um vínculo duradouro.

Quais os benefícios dessa estratégia?

 

Fidelização inteligente

O remarketing possibilita à empresa a fidelização inteligente, o que pode ser obtido pelo envio constante de benefícios aos consumidores. Por exemplo, descontos exclusivos, ofertas especiais, serviços VIP, programações diferenciadas, mensagens positivas, entre outras ações que demonstrem o apreço da empresa por eles.

Isso pode ser automatizado por meio de réguas de relacionamento, o que torna mais fácil a gestão de um grande contingente de clientes.

Possibilidade de aumento das conversões

Com a constante rememoração dos itens navegados, sua empresa poderá alcançar os clientes em momentos mais propícios para as conversões, como após o recebimento dos salários, perto de datas festivas, aniversários etc. Isso aumenta as chances de fechar vendas.

Também poderá alcançá-los após deixarem seu site/blog, revivendo neles a vontade da compra continuamente, até que convertam ou se interessem por outros produtos, reiniciando a estratégia de remarketing.

Alcance amplo e passível de personalização

O uso de soluções tecnológicas voltadas ao remarketing, como e-mail marketing, push, SMS, entre outros, permite o alcance de um grande número de clientes. E o melhor é que é possível personalizar as mensagens enviadas conforme perfis, o que favorece a exibição dos anúncios, aumentando as chances de eles levarem à conversão.

Aumento do poder de convencimento

Ações de remarketing podem aumentar o poder de convencimento. Isso pode ser feito por meio do uso de recursos que identifiquem determinadas ações em e-commerces, por exemplo. Uma delas é o de abandono do carrinho de compras.

Quando a plataforma identifica que o usuário saiu sem executar a compra, ela pode enviar um e-mail marketing mostrando o que foi deixado no carrinho. Essa funcionalidade é muito usada em lojas virtuais do mundo todo, sendo uma das principais estratégias de remarketing.

Há também outro recurso parecido, só que voltado para quando um usuário abandona a navegação de uma página ou site. Nele, um algoritmo verifica as sessões visitadas, faz um levantamento das categorias e itens vistos e, a partir disso, envia campanhas de marketing específicas e customizadas ao internauta.

Algumas ferramentas de Marketing Cloud, como a All iN, possuem mais de 20 gatilhos programados a partir de determinada ação do cliente na loja virtual.

Possibilidade de vender mais produtos ao mesmo cliente

Uma ação bem interessante é a Venda Cruzada (Cross Sell). Esse recurso pode usar a última compra do cliente no e-commerce e oferecer produtos/serviços relacionados ao que foi adquirido via múltiplos canais, como o e-mail marketing.

Por exemplo, se um cliente adquiriu um notebook, o sistema de recomendação presente nas plataformas de Marketing Cloud, passa a informar sobre mesas para computador, suportes ergonômicos, mochilas para notebooks, entre outros acessórios.

Há também o UP Sell, algo como “Venda Incrementada” ou “Venda acima”, em que o sistema mostra itens similares ao que o cliente visitou, porém de maior valor. Isso pode servir para oferecer versões mais recentes de um produto ou modelos mais avançados sob o ponto de vista técnico.

Relembrar os clientes de produtos

Já mencionamos o fato de o remarketing servir para relembrar os clientes sobre produtos vistos. Contudo, ele não é empregado somente em casos recentes, quando o consumidor acabou de ver um item. Também pode ser usado, por exemplo, para retomar desejos antigos, como quando o cliente entra no e-commerce atrás de um produto mas ele se encontra indisponível.

Existe um recurso (“Avise-me”) que permite que o internauta deixe seu contato para ser notificado quando o item em questão chegar nos estoques da empresa. Esse aviso pode ser enviado além do período mais usual das ações de remarketing, ou seja, os 30 dias.

Também é possível empregar as chamadas “Listas de Desejos”. Nelas, os clientes podem adicionar os itens que mais desejam e deixar a aquisição para épocas mais favoráveis ou para quando houver diminuição dos preços.

Nesse caso, é importante programar a plataforma para mandar mensagens quando os valores forem alterados. Isso tudo pode ser feito de forma automática e com apenas uma simples configuração.

Apresentar novidades

Por meio do envio de anúncios de remarketing, a empresa pode apresentar novidades ao cliente. Por exemplo, se ele manifestou interesse por um modelo de smartphone, o anúncio pode informá-lo sobre a existência de uma versão mais moderna e recente.

O que é necessário para colocar o remarketing em prática de maneira eficiente?

O primeiro ponto para aplicar uma estratégia de remarketing é a moderação, pois enviar campanhas demais aos usuários pode fazer com que se cansem da empresa, passando a evitá-la. Pior ainda é quando os avisos são de produtos/serviços que eles já adquiriram.

Busque sempre controlar a quantidade de envios, priorizando mensagens que sejam relevantes e agreguem valor aos clientes. Elas podem trazer informações novas sobre os itens, abordar benefícios, apresentar dicas de uso etc.

Também cuide dos horários, evitando mandar informações tarde da noite, de madrugada ou nos horários em que os clientes costumam estar no trânsito.

Como visto antes, tente estipular a periodicidade de envios de e-mail conforme o funil de compras. Por exemplo, quanto mais próximo um consumidor estiver de fechar uma compra, maior deverá ser a incidência de envios. Se ele visita muito pouco um item, envie avisos com menor frequência visando instigá-lo lentamente até que comece a dar mais atenção ao produto.

O importante é manter a marca e os produtos/serviços vivos na memória do público, evitando exageros.

Lembre-se de utilizar soluções tecnológicas modernas para o seu negócio com recursos de envio de mensagens automáticas e identificação de padrões de acessos, para que seja possível estipular listas de contatos conforme os perfis de internautas.

Essas listas podem ser definidas por interesses mais comuns (produtos, categorias etc.), por usuários que baixaram um e-book do blog, por aqueles que comentaram em um post, visitaram determinada página entre outros critérios.

 

Quais as soluções mais utilizadas em estratégias de remarketing?

Estratégias de remarketing podem se valer de muitas soluções tecnológicas de comunicação. A seguir, separamos algumas das principais, veja:

 

E-mail

Mesmo com a expansão das redes sociais e dos mensageiros instantâneos, o e-mail marketing continua sendo muito usado pelas empresas em função de seus bons resultados.

Ele permite melhorar o relacionamento com os clientes, estabelecendo um canal contínuo de comunicação que fortalece a memória da marca junto ao público. Cada novo e-mail relembra o usuário da sua empresa.

Além disso, existem sistemas de e-mail marketing que permitem o monitoramento dos resultados das campanhas, verificando informações como taxa de abertura e clique e a quantidade de internautas que foram ao seu site após clicarem em links na mensagem.

Lembre-se de combinar a estratégia de e-mail marketing com landing pages otimizadas e outros recursos de capturas de e-mails, a fim de aumentar sua base de dados para as campanhas de remarketing.

 

SMS (Short Message Service)

O SMS é um meio de comunicação eficiente pois permite uma ligação direta, rápida, customizada e interativa.

Como o celular costuma estar junto aos seus donos quase todo o tempo, as chances de um SMS ser visto são amplas, podendo chegar a 24 horas por dia, sete dias por semana.

O SMS Marketing é empregado por organizações que buscam ações com maiores benefícios financeiros, ou seja, que tenham custos menores mas que atinjam um grande número de pessoas.

 

Push

Pushs são notificações de aplicativos que aparecem nos smartphones, mesmo que estejam com suas telas travadas. A palavra em si vem do inglês, sendo traduzida para “empurrar”.

Um push possui como propósito engajar um usuário e entregar conteúdos relevantes para ele, de modo que, ao clicar nas mensagens, ele seja redirecionado ao aplicativo que originou a notificação. Devem ser curtos e objetivos, buscando captar a atenção dos clientes.

Alguns pushs de determinados aplicativos têm maior destaque, como os de alimentação e de caronas, pois os usuários compreendem que eles podem entregar benefícios reais e importantes — como ofertas de restaurantes próximos ou avisos de veículos se aproximando.

Se você possui um aplicativo da sua empresa, pode usar essa estratégia para o remarketing ao direcionar os clientes para conferirem ofertas exclusivas para eles a partir de uma determinada ação na loja virtual ou no próprio app.

Com planejamento e uma correta aplicação dessas estratégias, sua organização poderá não só aumentar as vendas, como expandir o relacionamento com seu público.

Agora que você já sabe sobre o poder do remarketing para sua empresa, compartilhe este post nas suas redes sociais para que seus contatos também possam descobrir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *